www.primolaeventos.com.br  |  primola@marciaprimola.com.br  |  (31) 3482-9092  |  99994-4885  | BHte / MG

  • Facebook Social Icon
  • Instagram Social Icon
  • YouTube Social  Icon
                                  Márcia Prímola

 

Márcia Prímola herdou do pai, o repentista e seresteiro Zito Prímola, sua vocação para a música. Subiu no palco pela primeira vez aos nove anos, e de lá para cá nunca mais parou, transformando-o desde então em sua moradia e seu porto seguro.

 

Depois de se apresentar em festivais, bailes e shows em sua terra natal, Alvinópolis, e cidades vizinhas, mudou-se para Belo Horizonte, desenvolvendo sua carreira solo.

Apresentando-se pelas praças de alimentação dos shoppings, clubes e casas noturnas da cidade, Márcia acabou chamando a atenção e participando da abertura de shows de nomes importantes da MPB, tais como Paulinho Pedra Azul, Jane Duboc, Danilo Caymmi, Morais Moreira, Sérgio Reis, Titãs, Zezé di Camargo e Luciano, KLB e Fábio Júnior entre outros, apresentando-se assim para grandes multidões também em várias cidades de Minas Gerais, São Paulo, Brasília e Rio de Janeiro, sempre aplaudida, merecidamente. Ganhou diversos prêmios e troféus, conquistando inúmeros elogios da crítica especializada, na imprensa e nos mais variados setores.

 

Márcia Prímola literalmente não pára no palco, possuindo uma grande interação com o público de todas as idades, levando-o a cantar e dançar do início ao fim de cada apresentação. Com incrível naturalidade, percorre facilmente do romantismo ao pop-rock, com um repertório variado passando por todos os estilos, tais como: MPB, bossa-nova, bolero, samba, pagode, sertanejo, forró, axé, como também pelos clássicos da música internacional.

 

Hoje, Márcia Prímola é uma unanimidade entre os críticos e apreciadores da boa música.

 

Para o escritor e crítico Aloísio Real: “Márcia Prímola é daquelas estrelas emergentes na vastidão do universo musical de Minas Gerais. Curtida no silêncio inquietante das montanhas, sua voz forte dilacera ouvidos desatentos, quando a surpresa de seu timbre varre os ares, qual seta perfeita e certeira. Sua voz encanta qual a grata surpresa de um garimpeiro, diante de uma pedra rara dessas Gerais.

Em festivais, estreou o primeiro palco aos nove anos, transformando-o desde então em sua moradia, seu porto seguro.

Menina de riso abundante e olhar cativante não diz a que veio, à primeira vista, mas quando entoa uma canção com sua voz contralto singular, convida à apreciação e à reflexão. A voz privilegiada não cabe no peito, ecoa e a torna irresistível”.

 

 

“ Quando canto, fico em outro nível: é um êxtase !”             Conclui Márcia Prímola.